CIMBELINO

de Wlliam Shakespeare

Ruínas

Sinopse

Baseado na história de Cunobelino, rei da Britânia, durante a ocupação romana da região, Shakespeare apresenta-nos em Cimbelino uma visão negra do mundo em tom de comédia. Um Rei, cego pelo fogo de uma paixão não correspondida por uma Rainha sem escrúpulos e incapaz de amor, esquece o seu dever e deixa que a sua terra adoeça, mergulhada na mentira, corrompida pelo dinheiro e pelos jogos de poder. Uma peça romance do seu último período dramatúrgico, com a mais complexa intriga que se possa imaginar. Um enredo incrível, numa sequência de cenas e quadros curtos, que mudam vertiginosamente de espaço e de tempo. Utilizando a estrutura do texto como ponto de partida para a encenação, António Pires cria neste espetáculo um delicioso jogo com a própria memória. Recupera as histórias que a nossa cultura inventou e reinventou, com referências que vão da tradição popular à tragédia grega, passando por contos de fadas, esculturas, quadros ou músicas que todos conhecemos… Um espetáculo que, como um puzzle, monta e desmonta, destrói e volta a construir uma imensidão de imagens que parecemos reconhecer de todas as nossas vidas.

Ficha Técnica

Título original: Cymbeline; Texto: William Shakespeare; Versão cénica de Luísa Costa Gomes a partir da tradução de Henrique Braga; Encenação: António Pires; Com: Adriano Luz, João Araújo, João Barbosa, Ricardo Aibéo e Rita Loureiro; Elenco Act: Aine Mar, Anna Knipper, Carolina Crespo, Carolina Santarino, Catarina Lima, Diogo Velez, Duarte Jardim, Filipa Matos Rosa, Graciano Amorim, Joana Luz, João Harrington Sena, José Pimentão, Lara Silva, Margarida Alves de Brito, Margarida Ramirez, Mariana Rei, Paulo Morais, Rui Ferreira Macedo, Sandra Rosário, Sara Almeida, Vera Lagoa; Figurinos: Dino Alves; Luz: Vasco Letria; Vídeo: Edgar Alberto; Sonoplastia: Paulo Abelho, João Eleutério; Assistência de encenação: Hugo Amaro; Construção de cenário: Fábio Paulo; Mestra costureira: Joaquina Martins; Ilustração: Joana Villaverde; Comunicação: Isabel Marques; Direção de produção: Ivan Coletti; Administração de produção: Ana Bordalo; Produtor: Alexandre Oliveira; Co-produção: Act School; Produção: Ar de Filmes / Teatro do Bairro

Fotos

RUINAS RUINAS RUINAS

Trailer